Informe-se
Notícias por atleta:
Tiago Alves
Zagueiro
Idade
33
Peso
82kgkg
Altura
1,85m
Clube atual
Ceará-CE
Publicado em 18.01.2017 às 00h00
Reforço do Náutico, Tiago pensa em 'um passo de cada vez'

O jejum de 12 anos sem conquistar títulos impõe uma pressão maior sobre o Náutico no início da temporada. A cobrança da torcida será maior para que o clube seja campeão este ano. Internamente a pauta tem sido essa. Porém, o zagueiro Tiago Alves, apresentado oficialmente nesta segunda (16), adota um discurso mais sereno com foco no planejamento. Para tirar um pouco da pressão no grupo, o defensor destaca a importância de fazer um trabalho gradativo e sem pensar em uma possível final antes de disputar as fases iniciais. 

“Tenho conversado com as pessoas que já estão há um tempo no clube e digo que não adianta pensar em título neste primeiro momento. É preciso pensar jogo a jogo, se fortalecer e se preparar. Não adianta ficar na obsessão de conquistas e atropelar as etapas do dia a dia. O Náutico montou um grupo forte e, aos poucos, vamos nos capacitando para chegar numa final e depois conquistar o tão sonhado título. É um trabalho de formiga, pouco a pouco”, analisou o zagueiro alvirrubro.

Tiago Alves em apenas duas semanas já mostra ser um líder do elenco junto a Marco Antônio, Adalberto e Tiago Cardoso. Os quatro estão sempre conversando com o técnico Dado Cavalcanti e com os outros atletas sobre questões táticas e técnicas. Portanto, a braçadeira de capitão na temporada deve ficar entre eles. Isto se não houver um rodizio. Contudo, o zagueiro não trata este assunto como prioridade.

“Eu gosto de falar bastante, participar e a tarja tem a sua importância pela simbologia. Mas posso ajudar e orientar independente de ser capitão. Não tenho essa obsessão. Se vier, vou aceitar com gratidão por representar um clube tão grande. Mas o que quero é jogar e ganhar títulos. Entre ser capitão ou campeão, prefiro levantar troféus”, pontuou.

Portões abertos

O Náutico estreará na Copa do Nordeste, no dia 24 de janeiro, na Arena de Pernambuco, contra o Uniclinic/CE, com a presença da torcida. O departamento jurídico do clube tentou reverter a punição da perda de um mando de campo da Série B para o Nordestão por conta das brigas no jogo diante o Oeste/SP, ano passado. O STJD chegou a acatar o pedido na semanada, porém, voltou atrás e o clube terá de cumprir nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro.


2014 - Energy Sports  © Todos os direitos reservados